Cardeal Urosa exige que governo da Venezuela respeite atos religiosos na Semana Santa

Clique no Botão do Whatsapp e compartilhe com 5 Pessoas

O Arcebispo de Caracas, Cardeal Jorge Urosa, exigiu que o governo da Venezuela e os seus grupos relacionados respeitem os atos religiosos da Semana Santa e não provoquem violência dentro nem fora dos templos, como aconteceu no ano passado.

“O governo e seus defensores devem respeitar os atos religiosos e não provocar violência fora nem dentro dos templos. Eu, Arcebispo de Caracas, exijo que as autoridades, presidente da República, ministro do Interior, chefes militares e policiais, impeçam qualquer ato de violência ou desordem, agressões às pessoas fora ou dentro dos templos”, indicou.

Em uma entrevista divulgada pela sala de imprensa da Arquidiocese de Caracas, o Purpurado recordou que no ano passado “grupos a favor do oficialismo” realizaram “atos de violência do lado de fora das igrejas e inclusive dentro delas”, como em 12 de abril de 2017, quando tentaram agredir o Cardeal Urosa durante a Missa do Nazareno, na Basílica de Santa Teresa.

Do mesmo modo, recordou o ataque que os grupos chavistas realizada em 16 julho de 2017 do lado de fora da igreja do Carmo de Caita contra os cidadãos que participavam da consulta popular convocada pela oposição sobre a Assembleia Constituinte de Maduro.

“Houve um ataque criminoso que provocou a morte de uma senhora e três ou quatro feridos. Isso é totalmente inaceitável. E esses assassinos não foram presos”, denunciou.

Durante a entrevista, o Cardeal também respondeu às palavras de Maduro, que em 20 de março disse que os bispos e sacerdotes não deveriam “politizar a Semana Santa”.

O Arcebispo assinalou que a frase do presidente “é totalmente injusta. Nós não politizamos atos religiosos. As considerações sobre a dura realidade do sofrimento dos venezuelanos, especialmente dos mais pobres, não é politizar um ato religioso”.

Do mesmo modo, afirmou que “há muitos anos tenho indicado aos sacerdotes de Caracas que nas homilias não se deve tocar no tema partidário. Que não se ataque o governo nos atos religiosos. Isso não nos cabe em atos de culto”.

Aproxima-se de Deus na Semana Santa

O Cardeal Urosa também aproveitou para convidar os fiéis “a participar ativamente dos ofícios religiosos da Semana Santa. São atos religiosos muito belos, com um grande conteúdo e beleza. É importante que os aproveitemos para renovar a nossa fé, aproximarmo-nos mais de Deus e recebermos os santos sacramentos da Reconciliação e da Comunhão”.

Entre todos os atos, disse que “a adoração de Cristo Nazareno ocupa um lugar especial na devoção dos católicos venezuelanos na Quarta-feira Santa, recordando a sua solidariedade com o sofrimento humano e carregando a cruz do sofrimento para nos redimir e nos dar a salvação”.

Finalmente, pediu às pessoas que vão viajar “para que se aproximem de Deus. Não são tempos para a indiferença religiosa. Precisamos estar unidos a Deus. Para onde quer que viajem, especialmente em suas terras de origem, há igrejas e celebrações de atos religiosos”.

“Lá poderão combinar o descanso e a distração com a celebração do amor de Cristo, que morreu por nós na cruz”, afirmou.

Fonte: ACI Digital

Clique no Botão do Whatsapp e compartilhe com 5 Pessoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.