Confessar-se não é ir à lavanderia, mas receber o abraço de amor de Deus, diz o Papa

Clique no Botão do Whatsapp e compartilhe com 5 Pessoas

Durante a homilia da Missa celebrada na manhã de hoje na Casa Santa Marta, o Papa Francisco manifestou que Deus é incapaz de renegar o seu povo, o qual ele ama, e recordou que o sacramento da penitência não é como ir à lavanderia.

“Este é o amor de Deus, como o de uma mãe. Deus não se esquece de nós. Nunca. Não pode, é fiel à Sua aliança. Isso nos dá segurança. De nós podemos dizer: ‘Mas a minha vida é tão ruim… Tenho esta dificuldade, sou um pecador, uma pecadora… ’ Ele não se esquece de você, porque tem este amor visceral, e é pai e mãe”.

Francisco também disse que “o Deus fiel não pode renegar a si mesmo, não pode nos renegar, não pode renegar o seu amor, não pode renegar o seu povo, não pode renegar porque nos ama”.

“Esta é a fidelidade de Deus”, acrescentou. “Quando nos aproximamos do sacramento da penitência, por favor: não pensar que vamos à lavanderia para tirar as sujeiras. Não. Vamos para receber um abraço de amor deste Deus fiel que nos espera sempre. Sempre”.

O Bispo de Roma sublinhou novamente: “Ele me conhece, me ama. jamais me deixará só. Ele me leva pela mão. Que mais posso querer? Que mais? Que devo fazer? Exulta na esperança, porque o Senhor ama você como pai e como mãe”.

Fonte: ACI Digital

Clique no Botão do Whatsapp e compartilhe com 5 Pessoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.