Em desespero, mulher joga filha dentro da privada antes de morrer pelas mãos do próprio namorado

Em desespero, mulher joga filha dentro da privada antes de morrer pelas mãos do próprio namorado
Clique no Botão do Whatsapp e compartilhe com 5 Pessoas

Jessica Arendale era uma mãe feliz e vivia com seus dois filhos, Naiomi, de 15 anos e a pequena Cobie, de poucos meses, e o namorado, Antoine, pai da bebê. Ele era um veterano de guerra e também teve outra família antes e duas filhas como fruto desse relacionamento. Sua ex-mulher sempre falou que o militar era um pai carinhoso e dedicado, mas que a guerra tinha deixado sequelas em sua vida.

Antoine foi se tornando agressivo com Jessica e a família, mas nunca tinha chegado a meios extremos. Porém, certo dia, ele simplesmente ficou desequilibrado. Começou a perseguir Jessica pela casa, enquanto ela tentava se defender com um taco de beisebol e sua bebê em outro braço. Foi quando o militar pegou sua arma que ela percebeu a gravidade da situação.

Correu par ao banheiro com a filha e se trancou. Mas, rapidamente Antoine conseguiu arrebentar a porta e dar um tiro na cabeça da namorada. Mesmo ferida e sabendo do seu destino trágico, ela só conseguia pensar em uma coisa: salvar a filha. Colocou a menina dentro da privada e ficou em cima dela, protegendo-a. Jessica morreu pouco depois e Antoine se matou.

Os vizinhos, que tinham escutado os barulhos vindos da casa, chamaram a polícia, que chegou ao local cercando a residência. Ao entrarem, descobriram os corpos de Jessica e o namorado, mas não sabiam nada sobre a bebê. Apenas 13 horas depois da tragédia, Cobie foi encontrada. Ela estava com hipotermia, mas ainda estava viva. Agora, tanto a bebê, quanto sua irmã, Naiomi, foram adotadas pelos avós maternos.

Essa mãe mostrou como seu instinto maternal era forte e mesmo em seu pior momento, não deixou de pensar na filha!

Foto: Reprodução/ Internet

Fonte: Portal Curió

Clique no Botão do Whatsapp e compartilhe com 5 Pessoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.