O simbolismo do Nicho de Nossa Senhora Aparecida

O simbolismo do Nicho de Nossa Senhora Aparecida
Clique no Botão do Whatsapp e compartilhe com 5 Pessoas

A Basílica dedicada a Nossa Senhora Aparecida é repleta de simbolismos expressos nos pisos e nas paredes. As artes presentes em grandes painéis coloridos, com azulejos e mosaicos, foram criadas pelo artista sacro Claudio Pastro, falecido no dia 19 de outubro de 2016.

Pastro dedicou 17 anos da sua vida para transformar o Santuário de Aparecida em um grande espaço catequético. Dentre as muitas obras do artista, está o Nicho de Nossa Senhora Aparecida, local que abriga a imagem original encontrada no rio Paraíba do Sul em 1717.

Para homenagear esse grande nome das artes plásticas do Brasil, o portal A12 traz a explicação de todos os elementos presentes no retábulo do trono da Mãe Aparecida, de 37 metros de altura.

O retábulo de Nossa Senhora Aparecida foi inaugurado em agosto de 2011, tendo como inspiração a citação bíblica:

“Um sinal grandioso apareceu no céu: uma Mulher vestida com o sol, tendo a lua sob os seus pés e sobre a cabeça uma coroa de doze estrelas; estava grávida e gritava, entre as dores do parto, atormentada para dar à luz”. (Ap. 12, 1-2)

O novo Nicho é decorado com mosaicos de ouro dourado, feitos em forma irregular para que se tenha sensação de movimento, e tudo sai de Nossa Senhora e vai ao encontro do coração do povo, o dourado é mais poroso do que o ouro branco e proporciona um efeito de linha.

O vidro blindado que foi colocado pesa 205 kg, com a colocação do Nicho da Imagem tem um peso de 500 kg.

Na entrada para visitação do Nicho o romeiro se depara com um painel de azulejos que retrata o início da devoção, a partir do encontro da imagem no rio Paraíba do Sul em 1717, pelos três pescadores Domingos Garcia, Felipe Pedroso e João Alves. No chão o desenho de peixes, que levam o devoto ao encontro de Maria.


Faixa central em ouro– com os três Arcanjos, no alto Rafael, no meio Miguel e abaixo Gabriel, corresponde à escada de Jacó na qual os anjos descem e sobrem, trazendo graças e levando os pedidos dos fiéis.

Sol no entorno do Nicho – Corresponde à mulher vestida de sol do Apocalipse.
Círculo – O sol redondo, forma da feminilidade de Maria e representa também a presença do divino, pois o círculo remete a forma perfeita de Deus.
Ondas de água – Na linguagem indígena, representam a ação do Espírito Santo que dá vida ao local. O sopro do Espírito Santo a Maria.
Peixes – ao redor do oratório, uma enorme placa também em ouro com texturas de peixes em alto relevo, cria uma gigante moldura de sustentação. Estes peixes guardam relação com o primeiro milagre de Nossa Senhora Aparecida no rio Paraíba do Sul em 1717, a pesca milagrosa.
Nicho – Esse oratório quadrado e com a frente de vidro transparente, tem em seu interior, atrás da imagem, um círculo com desenho do sol e estrelas na parte de dentro deste círculo, trazendo a referência da citação bíblica de Apocalipse 12, 1-2.

Citação ‘O Espírito e a Esposa dizem: amém. Vem Senhor Jesus’ – Refere-se à citação do livro de Apocalipse 22, 17. É uma das últimas frases do Apocalipse e retrata o anúncio da volta de Jesus pela igreja.

Clique no Botão do Whatsapp e compartilhe com 5 Pessoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.