Papa ordena 3 novos bispos: Chamados a servir, não a dominar

Clique no Botão do Whatsapp e compartilhe com 5 Pessoas

A Basílica de São Pedro acolheu a ordenação episcopal de 3 novos núncios que foram nomeados pelo Papa Francisco há algumas semanas.

Francisco recordou-lhes que foram escolhidos “entre os homens e pelos homens”. “Não para os negócios, não para a mundanidade, não para a política: episcopado significa trabalho, não honra. Pois ao Bispo, mais do que presidir, tem obrigação de servir”.

Trata-se de Dom Waldemar Stanislaw Sommertarg, do clero da Diocese de Pelplin, nascido em 6 de fevereiro de 1968 em Wicbork (Polônia); de Dom Alfred Xuereb, do clero da Diocese de Gozo (Malta), onde nasceu em 14 de outubro de 1958 e de Dom José Avelino Bettencourt, da Arquidiocese de Ottawa (Canadá), nascido em 23 de maio de 1962, em Azzorre (Portugal).

O primeiro deles é o novo núncio da Nicarágua, o segundo da Mongólia e da Coréia, e o último da Geórgia e da Armênia.

O Pontífice presidiu a celebração no dia de São José, e assinalou que “no ministério do Bispo, não cessa de anunciar o Evangelho de salvação e de santificar os crentes, através dos sacramentos da fé”.

“É Cristo que na paternidade do Bispo acrescenta novos membros ao seu Corpo, que é a Igreja. É Cristo que, pela sabedoria e prudência do Bispo guia o povo de Deus ao longo da peregrinação terrena, para a felicidade eterna”, acrescentou em sua breve homilia.

Fonte: ACI Digital

Clique no Botão do Whatsapp e compartilhe com 5 Pessoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.