O Terço da Divina Misericórdia e suas Promessas

Clique no Botão do Whatsapp e compartilhe com 5 Pessoas

Entre as diversas formas de devoção, o Terço da Divina Misericórdia ocupa uma posição de destaque. Ele deve ser rezado especialmente na preparação para a Festa da Misericórdia, o que indica elo com a Liturgia da Igreja, particularmente os sacramentos da Eucaristia e Confissão. Este Terço quer favorecer, particularmente, a nossa confiança na Divina Misericórdia.

Quando devo rezar?
Na medida do possível, o fiel é convidado a rezar diariamente, sozinho ou em grupo.

Qual o terço você deve usar?
Para rezar o terço da Divina Misericórdia, você fará uso de um terço comum. O mesmo que você usa ao rezar o Mariano.

Qual horário devo rezar?
Jesus nunca disse que há um horário específico para rezar o terço, ou seja, em qualquer hora do dia e da noite é possível se encontrar com a Divina Misericórdia. Muitas pessoas costumam rezar às 15h.

Faça seus pedidos
Caso estejam passando por alguma dificuldade ou queiram agradecer uma graça alcançada, apresente suas intenções antes de iniciar a rezar o terço da Divina Misericórdia.

Leia trechos do Diário
Uma boa dica é antes de iniciar a rezar o terço, faça a leitura de um pequeno trecho do Diário de Santa Faustina, no livro cada parágrafo tem um número, assim fica fácil de marcar o que já foi lido

VAMOS REZAR?

Inicie o terço com a oração que Jesus nos ensinou – Pai Nosso.
Em seguida peça a intercessão de Nossa Senhora – Uma Ave Maria.
Faça sua profissão de fé – Oração do Creio.

Nas contas grandes: Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e o Sangue, a Alma e a Divindade do Vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e dos do mundo inteiro.

Nas contas pequenas: Pela Sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro.

No fim do Terço diz-se três vezes: Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro.

E pode acrescentar a jaculatória: Oh sangue e água, que jorrastes do coração de Jesus, como fonte de Misericórdia para nós, eu confio em Vós.

As Promessas aos Devotos do Terço da Misericórdia:

Assim, os fiéis podem esperar o cumprimento das promessas de Cristo a Santa Faustina e a todos que rezam com justa intenção, atenção e devoção o Terço da Misericórdia:

1) Jesus promete acompanhar aquele que reza este Terço com Sua benevolência durante toda a sua vida: “As almas que rezarem este Terço serão envolvidas pela Minha misericórdia, durante a sua vida … (D 754); Oh! que grandes graças concederei às almas que recitarem este Terço. As entranhas da Minha misericórdia comovem-se por aqueles que recitam este Terço (D 848); Minha filha, exorta as almas a rezarem esse Terço que te dei. Pela recitação deste Terço agrada-Me dar tudo o que Me peçam (D 1541) – se estiver conforme à sua vontade (D 1731);

2)Jesus promete particular assistência na hora da morte: Todo aquele que o recitar alcançará grande misericórdia na hora da sua morte (D 687; cf. 754; 1541);

3)Jesus promete olhar para toda a humanidade com compaixão: Minha filha, agrada-Me a linguagem do teu coração; pela recitação desse Terço aproximas a Humanidade de Mim (D 929);

4)Jesus promete a graça da paz e da conversão aos pecadores: Os sacerdotes o recomendarão aos pecadores como a última tábua de salvação. Ainda que o pecador seja o mais endurecido, se recitar este Terço uma só vez, alcançará a graça da Minha infinita misericórdia. (D 687); Quando os pecadores empedernidos o recitarem, encherei de paz as suas almas …(D 1541);

5)Jesus promete particular socorro ao agonizante pelo qual rezamos: Defendo toda alma que recitar esse Terço na hora da morte, como se fosse a Minha própria glória, ou quando outros o recitarem junto a um agonizante, eles conseguirão a mesma indulgência. Quando recitam esse terço junto a um agonizante, aplaca-se a ira de Deus, a misericórdia insondável envolve a alma e abrem-se as entranhas da Minha misericórdia, movidas pela dolorosa Paixão do Meu Filho (D 811; cf. 810; 834; 1035; 1036; 1541; 1565; 1797).

 

Conheça o  Diário de Santa Ir. Maria Faustina Kowalska

Essa obra nos leva a mergulhar profundamente no mistério da Divina Misericórdia através dos diálogos de Jesus com Faustina, através das reflexões dessa Santa e dos relatos da sua intimidade com Deus. Esse Diário foi escrito por Faustina por ordem expressa do próprio Jesus para que toda a humanidade conheça o verdadeiro rosto de Deus.

 

Leia também:
Sete pecados que “saíram de moda” e podem te levar para o inferno

Fonte: Santuário da Divina Misericórdia
Vídeo: Canção Nova

Clique no Botão do Whatsapp e compartilhe com 5 Pessoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.