Um Católico pode ser maçom?

Clique no Botão do Whatsapp e compartilhe com 5 Pessoas

NÃO, de forma alguma.  A posição da Igreja Católica sempre foi contrária a maçonaria. Porém devido a dúvidas após o Concílio Vaticano II, em decorrência da ausência de um cânon específico a respeito da incompatibilidade entre maçonaria e Igreja Católica, alguns fiéis começaram a se questionar se a Igreja havia mudado. Por isso a Congregação para Doutrina de Fé, publicou um documento a respeito deste assunto, confirmando a manutenção do posicionamento da Igreja contra a maçonaria. Vejamos:

Permanece portanto imutável o parecer negativo da Igreja a respeito das associações maçônicas, pois os seus princípios foram sempre considerados inconciliáveis com a doutrina da Igreja e por isso permanece proibida a inscrição nelas. Os fiéis que pertencem às associações maçônicas estão em estado de pecado grave e não podem aproximar-se da Sagrada Comunhão.

Declaração sobre a maçonaria, Congregação para Doutrina de Fé

A razão pela qual um católico NÃO PODE ser MAÇOM, é simples e clara: a maçonaria possui doutrina contrária a igreja católica, é embasada por um naturalismo racionalista, que coloca a religião como o esforço humano para buscar pequenos sinais de Deus na vida, em detrimento da intervenção do divino, da realidade sobrenatural e o racionalismo os leva a conhecer o “arquiteto do universo”.

“Cân. 1374 Quem se inscreve em alguma associação que maquina contra a Igreja seja punido com justa pena; e quem promove ou dirige uma dessas associações seja punido com interdito.”

Código de Direito Canônico

Muitos fiéis podem argumentar, que a maçonaria reúne homens bons, que incentiva a participar das coisas da igreja, que não planeja coisas ruins. Observe que a doutrina RELATIVISTA que ela prega, já é um gravíssimo problema, tendo em vista que coloca todas as religiões como boas, já que para eles TODAS, são criações humanas. Além disso, existe uma série de juramentos sigilosos que se fazem nessa instituição, e a medida que vai conhecendo-a,  mais vai adentrando-a em sua seita, mais seus princípios vão sendo assimilados, mais juramentos são feitos, e MAIS o fiel se afasta da comunhão com a IGREJA CATÓLICA.

“Só Jesus Cristo é, de fato, o Mestre da Verdade e só n’Ele os cristãos podem encontrar a luz e a força para viver segundo o desígnio de Deus, trabalhando para o verdadeiro bem dos seus irmãos.”

Declaração sobre a maçonaria, Congregação para Doutrina de Fé

Sejamos meus irmãos, coerentes com a que professamos, e sigamos de fato, em espírito e em verdade a Santa Igreja Católica!

Referências

  1. Código de Direito Canônico
  2. Congregação para Doutrina de Fé
  3. Ad gravissima advertenda
  4. https://padrepauloricardo.org/episodios/um-catolico-pode-ser-macom

 

 

Clique no Botão do Whatsapp e compartilhe com 5 Pessoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.